16 mar
2014

Injustiça ou Reparação?

Por: Martha Triandafelides Capelotto – Divulgadora do Espiritismo. 

“Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção”. – Paulo (Gálatas, 6:8)

Arquivo VE

Arquivo VE

Tudo se encadeia e se liga no Universo. Todos os acontecimentos físicos como os morais, dos mais simples aos mais complexos, são regulados por uma lei; todo efeito está ligado, invariavelmente, a uma causa. O princípio da justiça tem aí seu nascimento, a lei distributiva, ou seja, a cada um segundo as suas obras.

Todos os nossos pensamentos, palavras e atos geram consequências que influenciam todo o Universo, mas, os efeitos deles retornam sobre nós mesmos. O mal, do mesmo modo que o bem, volta ao seu ponto de partida em razão da afinidade de sua substância.

Se essa questão, como acima discorremos, fosse entendida por todos, como seria a nossa sociedade?

Sabemos que somente a educação é capaz de transformar e aperfeiçoar as criaturas. Para uma sociedade nova é necessário homens novos. Não basta ensinar à criança os elementos da Ciência. Aprender a governar-se, a conduzir-se como ser consciente e racional, é tão necessário como saber ler e escrever. Precisamos aprender a entrar na luta, não só a material, mas principalmente, estarmos preparados para a luta moral. Na escola, assim como na família, há, infelizmente, muita negligência em esclarecer a criança sobre os seus deveres e sobre o seu destino. A moral da escola, desprovida de sanção efetiva, sem ideal verdadeiro, é estéril e incapaz de reformar a sociedade. Mais pueril é, ainda, o ensino dado pelos estabelecimentos religiosos, que, na sua maioria, apenas formam fanáticos e supersticiosos, e que longe está de revelar as verdades sobre a vida presente e a futura.

 Desse modo, desguarnecida de princípios elevados, ignorando questões altamente relevantes, como a sua própria destinação espiritual, lança-se no mundo, na vida pública, prendendo-se a todas as ciladas e todos os arrebatamentos da paixão. Ignorando as responsabilidades, a vida futura, a necessidade da reparação do mal realizado, entrega-se ao meio sensual e corrompido.

Necessitamos passar por uma higiene da alma, reafirmando os valores morais como obrigação de todos os que não se descuidam dos seus próprios destinos. Assim como cuidamos do corpo físico, mais ainda devemos cuidar do Espírito.

Imagem VE

Imagem VE

O Espiritismo fornece-nos elementos para essa higiene da alma.

O conhecimento do porquê da existência é de consequência incalculável para o melhoramento e elevação do homem. Pensaremos mais sobre os nossos atos e, ainda que as nossas imperfeições sejam vez ou outra pedra de tropeço para nós mesmos, prosseguiremos, levantando-nos e reerguendo a fronte rumo à vida eterna.

8 Comentários

  • Parabéns Martha pelo seu texto, gostei muito, é a lei da causa e efeito.

    Muita luz e paz.

  • Nossa maravilhosa Doutrina que é : Filosofia, religião e Ciência tem seus pricípios respaldados até na Física. Lei de Ação e Reação, Causa e efeito, como apredemos no Livro dos Espítos… Enfim , parabéns à irmã com seu belo e verdadeiro comentário acima. Deus nos proteja a todos. Iolety.

  • Gostei muito e Acho o Texto Oportuno, Esses Ensinamentos Deveriam ser Divulgados também em outros Ambientes e não somente nos Centros Espíritas, acredito seria Muito Ùtil…

    Fraternalmente,

  • Simplesmente Evolução.
    Parabéns Martha, a doutrina espirita dentro dos processos de esclarecimento
    coloca o progresso, no plano das Leis Divinas, e ela se torna mais objetiva quando
    das imigrações, para os aprendizes da Vida Eterna.

  • O consumismo faz com que os adultos fixem sua mente na terra, não generalizando. Disse o nosso Divino Mestre: Meu pai criou o homem para viver em comunhão com a natureza e o universo, mas o homem cria seus filhos, em maioria, para viver em comunhão com o materialismo. Devemos lembrar sempre que a Doutrina é dos Espíritos e não dos homens.

  • Ótimo. Pena que as pessoas que necessitam conhecer isso, mal sabem o seu nome!!

  • O semear é livre a colheita não!!

  • A maior dificuldade que nós temos é a de nos conhecermos. Quando isso acontece ou nos encontramos ou nos perdemos de verdade.

Deixe seu comentário para Iolety de souza carvalho