18 mar
2012

Revendo e Aplicando Critérios

 

Por Luiz Carlos Formiga

Luiz C. Formiga - arquivo VE

Em março, do corrente, fomos convidados para coordenar reunião na “Abertura dos Estudos do Centro Espírita Joana d´Arc”, Iraja, Rio de Janeiro, RJ. O assunto foi “A Importância do Estudo na Casa Espírita.”

 

O tema foi iniciado com “O Diálogo Mais Difícil”, texto publicado no jornal “O Rebate” (1).

Após a leitura travou-se rápida discussão indagando se o jornal deveria ter publicado o artigo.

Pediu-se aos participantes que considerassem que, na análise de Kardec( 2), apenas 8,3% dos artigos de desencarnados, recebidos para publicação, poderiam ser divulgados e, destes, somente 5,5 apresentavam mérito. Dos artigos escritos por “encarnados”20% apresentavam real valor.

Outra questão foi colocada: “O Diálogo Mais Difícil” permite ao leitor chegar à conclusão da importância do estudo da Doutrina Espírita?

Em seguida, com auxílio do computador passou-se a uma rápida colocação (PPS) dos critérios encontrados na Revista Espírita, em ”Exame das comunicações mediúnicas que nos enviam.“

Após a exposição, foi sugerido aos participantes que, em casa, fizessem análise de um segundo artigo – “Dano e Dor Sem Nome” e considerassem também as orientações publicadas no Livro dos Médiuns.

Passando batido”: privilegiar o interesse coletivo; afastar o vulgar e pueril; procurar enganar-se o menos possível; no interesse da causa, pecar por excesso de prudência e lembrar que a condição do sucesso impõe a necessidade de uma escolha rigorosa.

Outras leituras adicionais foram sugeridas e deveriam ser feitas antes da próxima reunião, quando seria aplicado um questionário de avaliação (os participantes não foram avisados da avaliação). A primeira leitura foi sobre “níveis de consciência”, encontrada num PPS, disponibilizado na WEB (4).A segunda foram trechos de uma entrevista do livro “Conversando com Divaldo Pereira Franco editado pela Federação Espírita do Paraná, que também pode ser encontrada em diversos endereços eletrônicos (5)

O questionário de avaliação, que também não deveria ser assinado, foi aplicado, pelo coordenador geral dos estudos, na ausência do expositor e seus resultados revelaram o seguinte:

Questionário – critério de desempenho: I = insuficiente ( abaixo de 4,9 ), R = regular (5 -6,9) , B = bom (7 -7,9) , MB = muito bom (8 -8,9) , E = excelente (9-10)
Resultados:

1. De modo geral como foi conduzido o estudo? Moda = MB; média = 8,0

2. Se uma pessoa pedisse opinião sobre se deveria ou não assistir estudo sob a responsabilidade deste expositor, com que conceito você responderia? Moda = MB; média = 8.0

3. Em relação ao suor despendido neste estudo: a metade despendeu médio esforço, mas a outra fez muito esforço.

4. Perguntou-se. Fazendo autocrítica da sua condição de participante que conceito você se daria. A resposta foi boa-participação, com tendência a muito-boa.

5. Quanto à impressão do aprendido a moda foi MB e a média 7.8.

Observações. Para o cálculo da média utilizou-se o menor valor de cada conceito. O conceito regular foi usado apenas uma vez, quando se perguntou sobre a autocrítica do participante.

Referências

1. O Diálogo mais difícil

http://orebate-jorgehessen.blogspot.com/2012/02/o-dialogo-mais-dificil.html

2.Critérios. Revista Espírita. Maio 1863. Exame das comunicações mediúnicas que nos enviam

http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/re/1863/index.html

3. Dano e Dor Sem Nome

http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores/FORMIGA_Luiz_tit_Dano_e_dor_sem_nome.htm

http://orebate-jorgehessen.blogspot.com/2011/04/boicote-ao-filme-as-maes-de-chico.html

4. Níveis de Consciência: “erro médico laboratorial, drogas, religiosidade e espiritualidade”, PPS utilizado em palestra no Laboratório Central de Saúde Pública, para profissionais especialistas em Microbiologia Clínica.

http://sinapseslinks.wordpress.com/2012/01/28/consciencia-na-secretaria-de-saude/

http://www.forumespirita.net/fe/power-point/ciencia-e-espiritualidade-gregg-braden/

http://www.forumespirita.net/fe/power-point/diferencas-entre-religiao-e-espiritualidade-40388/msg256739/?topicseen#msg256739

5. Divaldo entrevista

Opinião de Divaldo sobre a enxurrada de livros “espíritas” no mercado

http://tupanciretaespirita.blogspot.com/2011/08/opiniao-de-divaldo-sobre-enxurrada-de.html

http://blogamigoespirita.blogspot.com/2010/03/proliferacao-de-obras-mediunicas.html

http://addavid.blogspot.com/2012/03/opiniao-de-divaldo-sobre-enxurrada-de.html

O leitor encontra este artigo também aqui > http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2012/03/revendo-e-aplicando-criterios.html

1 Comentário

  • Entre tantos espaços de progresso que a atividade espírita proporciona, o seu estudo em grupo é dos mais importantes, pois permite a interação dos saberes, o detalhamento dos temas por óticas distintas. ‘Muitas cores numa mesma paisagem’. E a alegria de ter o Formiga conosco é ainda melhor. Sentimos profunda alegria ao perceber que o grupo vai amadurecendo com o tempo, alargando sua visão por meio do conhecimento espírita.

Deixe seu comentário para Heitor Mendes