30 ago
2010

Nosso Lar

Wellington Balbo – Bauru – SP

Alavancado pela comemoração do centenário de Chico Xavier e promovido pelas inúmeras ações nas diversas mídias o espiritismo atualmente ocupa lugar de destaque no cenário nacional. Lugar este, diga-se de passagem, merecido. Impossível negar o poder arrebatador das lições ensinadas pela espiritualidade.

Portanto, o lançamento do filme Nosso Lar do livro homônimo ditado pelo Espírito André Luiz ao médium Chico Xavier, que estreará nos cinemas no início de setembro, evidenciará ainda mais a doutrina codificada por Kardec.

E verdade seja dita: a citada obra traz em suas páginas valiosos esclarecimentos. Conforme palavras do próprio autor espiritual, André Luiz, médico conceituado enquanto encarnado que afirma não ter aprendido na Terra em toda sua existência o que aprendeu em pouco tempo na citada colônia da espiritualidade.

A colônia de Nosso Lar – cidade espiritual onde vive André Luiz – é interessante modelo em termos de organização e convivência harmônica para qualquer município da Terra.

Mostra com clareza a interligação existente entre tudo e todos, abordando com maestria a importância da prece coletiva para a manutenção do equilíbrio psíquico do ambiente. Há um pacto entre os habitantes: todos têm a responsabilidade de manter o pensamento voltado ao bem.

Imagino a revolução positiva que ocorrerá se na Terra todos cultivarem o pensamento saudável, sem as marcas do egoísmo e da ilusão.

Relevantes também são as passagens em que Clarêncio – um dos ministros da colônia – refere-se ao trabalho como abençoada oportunidade de auxiliar aqueles a quem amamos e deixamos na Terra. Apenas o trabalho em prol de nossa iluminação reverte-se em recursos benfazejos aos entes amados. Natural que seja assim. Quem não busca a iluminação interior fica carente de possibilidades para orientar, colaborar e servir a quem ama.

Em Nosso Lar aqueles que ocupam a direção da colônia são os que mais servem ao próximo, constituindo-se em incansáveis trabalhadores que dedicam seu tempo e conhecimento em favor dos mais necessitados. A obra é, sem dúvida, um grande manual de instrução para aqueles que pretendem ingressar na vida pública.

Enfim, o livro traz infindáveis passagens de rara beleza e valor, impossível, pois, enumerá-las em simples artigo, pois este serve tão somente para aguçar a curiosidade de quem ainda não conhece a esclarecedora literatura de André Luiz.

Diante de tantos preciosos ensinamentos contidos na obra Nosso Lar, psicografada por Chico Xavier, é imperioso prestigiar o filme que, repetimos, estreará no dia 03 de setembro. Não deixe passar a oportunidade, caro leitor. Os produtores do filme informam para irmos ao cinema de preferência nos dois primeiros dias, porquanto eles servem como importante ferramenta de aferição do interesse do público. Portanto, caro leitor, vá ao cinema, leve a família, amigos e aproveite para uma sessão de diversão com qualidade.

Então, O que achou?