14 out
2010

Endomarketing no centro espírita

Wellington Balbo - Bauru - SP

Endomarketing, o nome presente no título do artigo acima pode soar estranho ao leitor menos familiarizado com os termos aplicados rotineiramente em algumas empresas.

Trata-se, numa explicação sucinta, de ações implantadas dentro da própria empresa visando beneficiar os funcionários. Em outras palavras é o marketing com o foco interno.

A idéia basicamente gira em torno dos dividendos dessas ações: é um ciclo que se inicia na satisfação dos funcionários e deságua no atendimento das necessidades dos clientes externos.

Capacito meu colaborador com um olho em seu crescimento pessoal e outro, naturalmente, no crescimento da empresa. Assim todos ganham.

Exemplo de endomarketing: uma empresa propicia treinamento sobre técnicas de oratória aos seus colaboradores. Outro exemplo: campanha  para despertar a importância da leitura na formação pessoal e crítica do colaborador.

As situações em que o endomarketing pode ser aplicado variam ao infinito obedecendo a criatividade de quem coordena a iniciativa.

Você perguntará:

Mas o que o centro espírita tem a ver com o endomarketing?

A resposta é simples. Tudo!

Pode-se perfeitamente aplicar o endomarketing na Casa Espírita visando capacitar e motivador os colaboradores, sejam eles coordenadores de reunião mediúnica, dirigentes, voluntários e demais trabalhadores.

Endomarketing no centro espírita

Primeiro passo é identificar as necessidades daquele grupo. Percebeu-se que determinado grupo de reunião mediúnica está derrapando quando o tema é diálogo entre os participantes. Identificada a carência surge a oportunidade de aplicar o endomarketing, ou seja, as ações destinadas a beneficiar os membros daquela reunião. Pode-se, portanto, organizar um estudo sobre determinado livro que versa sobre a união, diálogo, companheirismo.

Outro exemplo: identificou-se que o centro espírita tem poucos expositores. Novamente utiliza-se o endomarketing como ferramenta para suprir a necessidade da Casa.

Organiza-se, pois, um grupo destinado a formar expositores espíritas.

O endomarketing é perfeitamente aplicável em centros espíritas de todos os tamanhos, desde as casas com grande número de colaboradores até aquelas cujo número de colaboradores é pequeno.

Porém, o melhor da aplicação do endomarketing na Casa Espírita é que os trabalhadores irão crescer sob todos os aspectos, inclusive o espiritual. E não podemos deixar de registrar que a evolução de todos os componentes de uma instituição espírita enseja benefícios gigantescos em prol da divulgação do espiritismo.

Quanto mais capacitado estiver o trabalhador espírita mais apto ele estará para receber as pessoas que desembarcam no centro espírita ansiando consolo e esclarecimento.

Vale pensar na idéia do endomarketing para o centro espírita.

Qualificar os trabalhadores trata-se de investimento seguro na divulgação do espiritismo. Iniciativas simples como a implantação do endomarketing ofertará benefícios a todos, sejam trabalhadores do centro ou freqüentadores mas que, num futuro próximo, observando os exemplos dos colaboradores certamente não titubearão em fazer parte da Casa que os recebeu com excelência de qualidade.

Wellington Balbo – Bauru – SP

Então, O que achou?