19 maio
2010

Participação em eventos espíritas

 

Wellington Balbo – Bauru – SP

 

A união é requisito básico para o sucesso de qualquer empreendimento. Ambientes em que a união se faz ausente desmoronam como castelos de areia. Óbvio: necessitamos uns dos outros e, naturalmente, se precisamos do contato com o semelhante é claro que caminhar unido é muito melhor do que desunido. Unidos somamos forças e crescemos individual e coletivamente.

Desunidos somos vozes soltas na multidão. Ecos desorganizados pelo universo a clamar desesperada e inutilmente atenção. Unidos, contudo, nossos apelos têm a força incomparável da união. Palavras do Mestre: “Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, ali eu estarei.”

Referia-se, Jesus, a importância da união.

E estar unido, indubitavelmente, significa caminhar junto, com os olhos voltados a objetivos comuns. Inadmissível, portanto, união sem participação, troca, interação.

Logo, fácil compreender que o Movimento Espírita está inserido nesta regra da união. Movimento unido equivale a espíritas participando dos eventos promovidos pelas Casas Espíritas e os Órgãos de Unificação. Palestras, seminários e encontros organizados pelas instituições espíritas devem ser prestigiados pela comunidade espírita, porquanto se nós, espíritas, não comparecermos aos eventos que promovemos como almejarmos que o público leigo compareça? O exemplo, pois, deve começar dentro de casa, ou seja, em nosso movimento.

E nesse particular a responsabilidade daqueles que estão coordenando as atividades nos centros espíritas é grande. Eles – os dirigentes – têm o dever de informar os freqüentadores do centro espírita as programações dos eventos espíritas de sua cidade e região. Daí a necessidade do dirigente espírita estar sempre em contato com outros confrades, trocando informações, para ser a ponte segura que faz a conexão entre os freqüentadores e o movimento espírita.

É fundamental o dirigente espírita criar o saudável hábito de informar os freqüentadores do centro o que está acontecendo fora das paredes da instituição.

Caro dirigente, incentive os freqüentadores a participar de eventos, palestras e seminários organizados por outras Casas. Prestigie os esforços dos Órgãos de Unificação que se desdobram para trazer oradores e organizar eventos, de modo a oferecer à comunidade conhecimentos que possibilitam um caminhar mais seguro por este planeta.

Não há nada que pague a alegria de observarmos um evento recheado de gente de várias cidades trocando idéias e interagindo. Certamente ali estará Jesus, como ele mesmo afirmou milênios atrás: “Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, ali eu estarei



Então, O que achou?