16 maio
2011

Tesouros da Juventude

Mais um artigo do nosso amigo e leitor Marcus Braga , Guará II Distrito Federal.
A questão da juventude é emblemática. Jovem é isso, jovem é aquilo. Ao jovem atribuem o céu e o inferno, a esperança e a desventura… Entretanto, o que é ser jovem espírita? O que me diferencia dos outros ostentando esse adjetivo?

Em um estudo realizado no início do ano de 2010 com os jovens da nossa casa, aqui em Brasília-DF,  resolvi consultar vários amigos, jovens da década de 80/90 e hoje adultos, já “homens feitos”. Perguntei-lhes o que significou em suas vidas ter sido um “jovem espírita”. Vejamos as respostas, que interessantes:

1.            “Foi descobrir que o corpo envelhece, mas o espírito pode ser sempre jovem”;

2.            “Ter sido um jovem espírita significou muita coisa… Mas hoje significa ser uma adulta melhor. Mais equilibrada, mais lúcida com uma família maior, de amigos profundamente amados”;

3.            “Me ensinou a ser ‘gente grande’”;

4.            “Ter sido um jovem espírita foi viver intensamente com alegria, responsabilidade e compromisso com o próximo”;

5.            “O Espiritismo me deu os elementos necessários para que eu escapasse com tranquilidade das muitas ‘armadilhas’ que se apresentam à vida dos jovens (tais como: álcool, drogas, sexo sem responsabilidade, ócio…) e construísse uma família e uma carreira sobre bases sólidas”;

6.            “Ser um jovem espírita significou saber as razões para ter certeza de qual caminho seguir em todas as bifurcações que a vida me apresentou. E também saber quando fiz a escolha errada…”;

7.            “Vivia e vivo minha juventude buscando ser uma pessoa cada vez melhor comigo e com os outros e sabendo das minhas responsabilidades para com o mundo em que eu vivo”;

8.            “Ser jovem espírita é percorrer no presente uma estrada que aponta pro futuro, e que, se a gente precisar acertar o rumo quando este futuro chegar, poderá fazer do passado o presente, e assim nos apontar de novo a direção do futuro”;

9.            “Na minha vida, ter sido jovem espírita significou segurança, equilíbrio e uma diretriz correta e indispensável para a minha formação para a idade mais adulta”;

10.         “Ter sido um jovem espírita me deu forças e coragem suficiente para atravessar as intempéries da vida, caindo e levantando, mantendo a fé na providência divina”;

11.         “A Doutrina Espírita foi ferramenta essencial para entendimento da vida, da minha família, dos meus problemas e do mundo de forma geral. Guia certo nas escolhas, incertezas e decisões… Foi Ela que me aproximou de Deus e que me ajuda a ser uma pessoa melhor!”;

12.          “Na minha vida, ser jovem espírita significou ter um grupo de amigos com uma visão de mundo comum – uma compartilhada certeza na existência de uma força maior que nós, de uma razão maior para viver, de um lugar neste e no outro mundo”;

13.         “Efetivamente, posso garantir que hoje minha ética, minha vivência de vida são retas em virtude de grandes discussões, amigos e livros com os quais tive contato ao longo de minha vida espírita”;

14.         “As imagens, emoções, vibrações que vivenciei naqueles momentos da minha vida, continuam presentes no hoje, me amparando, guiando e fortalecendo. Sou uma pessoa melhor do que jamais teria sido se não tivesse vivenciado todas aquelas experiências…”;

15.         “Para mim, ter sido um Jovem Espírita significou ter uma juventude intensa, sem por isso ser negligente. Aprendi a trabalhar em equipe, a humildade de pedir e fiz grandes amigos. Revelou-me a realidade espiritual e também a realidade da miséria material do mundo”.

Esses depoimentos, carregados de sentimentos em cada linha, revelam a grande experiência que foi para cada um deles ter sido um jovem espírita atuante. Foi uma experiência profunda, que marcou as suas vidas e ajudou-os a erigir no templo interior de cada um, a sua tabela de valores.

Uma vivência que rendeu alegrias e dores, que fez cada um ser forte e ao mesmo tempo, mais humano. Um caminho seguro que revelou a realidade da vida, ao mesmo tempo em que mostrou a importância de se sonhar com um mundo melhor.

Mas, por que falar disso? Por que buscar no passado dessas pessoas esses significados? Talvez porque você jovem que nos lê não tenha percebido o tesouro que repousa em suas mãos, que é pertencer ao movimento espírita. Um tesouro que só tem valor se soubermos mergulhar na sua essência. Se não, pode se converter em uma prática exterior e fria, distante de nosso coração.

Fica a reflexão sobre que significado tem na nossa vida ser um jovem espírita. Como temos lidado com a nossa espiritualidade? Assunto proveitoso para pensarmos, como Espírito imortal que somos, na longa trajetória da evolução.

Você encontra este artigo também aqui > http://www.oconsolador.com.br/ano4/173/marcus_braga.html

7 Comentários

  • Realmente ter uma visão espiritualista da Vida auxilia,e muito na evolução do ser humano neste planeta e livra a milhares de grandes problemas evolutivos, certo.

  • Quanto antes descobrir a doutrina espirita, mais proximo da verdadeira essencia da vida, e o que estamos fazendo nessa vida.

  • Ser Espírita, não é o mesmo que dizer: sou Católico,Sou Muçulmano, sou Baptista, sou Pentecostal, sou… sou e sou… Ser Espírita e dizer; Sou Espírito e como tal vivo essa realidade, não apenas por um tempinho de vida física, mas eternamente…sempre…sempre, renovando-me, purificando-me, merolhando-me e renascer sempre, até que chegue à perfeição que Deus nos Propõe: “Sede perfeitos como Eu Sou Perfeito, ” Sede santos como Eu Sou Santo. Chegar ao Espiritismo é estar já mais próximo de Deus.

  • As respostas apresentadas à inquirição ” o que significou em suas vidas ter sido um “jovem espírita” são todas coerentes, relativas a vivência de cada um. No entanto, não nos esqueçamos que para se tornar um “jovem espírita” “consciente e bom” precisamos trilhar desde pequeninos numa boa evangelização infantil, na própria casa espírita que nos acolhe, para que vivenciemos desde a tenra idade os ensinamentos morais de Jesus. Educar a criança evita castigos ao jovem.

  • Boa tarde, gostaria de saber se são denominados de seres humanos, os habitantes de outros planetas?

  • Caros leitores.
    Não sei o que significa jovem espirita!
    Por outro lado,sei que um espirito humanizado está vivendo uma esperiência num corpo jovem. Se isto é jovem espirita, desejamos lhes dizer que o espirito não exisé luz e este não tem idade cronologica.Todos os espiritos traz consigo uma carga de experiência passada e futura para vivenciar um corpo humanizado.
    Quanto as experiencias cotidianas no encarne atual, tudo vai depender de como viverás,isto porque a educação adquirida no teu meio de convivio influenciará no teu agir, já que carregas no teu corpo atual jovem uma carga genetica,bem como o teu espirito experiências de vidas passadas.Tens livre arbitrio para o bem e para o mal.
    Lembra-te que pelo autor se conhece a obra, de uma arvore frutifera sabia se espera um bom fruto.
    Tua esperiêcia como jovem já estava programada, tua reencarnação foi desejo escolhido para vivenciar. Quando herante no mundo dos espirito pedisse para temporáriamente adquirir no mundo da matéria experiencia em forma de luz.Agindo pelo amor, bondade e caridade obterás luz divina para o teu progresso.Mas agindo contra a lei natural do progresso prejudicando o teu selhante terás que prestar contas a tí mesmo.Isto ocorrerá somente quando estiveres consciente dos teus atos como espirito luz..
    Ama a teu proximo como a tí mesmo num corpo humanizado jovem ou aduto, com toda a certeza terás grande experiência a vivenciar como espirito encarnado.

    Luiz

  • Caros leitores.
    Não sei o que significa jovem espirita!
    Por outro lado,sei que um espirito humanizado está vivendo uma esperiência num corpo jovem. Se isto é jovem espirita, desejamos lhes dizer que o espirito é luz e esta não tem idade cronologica.Todos os espiritos traz consigo uma carga de experiência passada e futura para vivenciar um corpo humanizado.
    Quanto as experiencias cotidianas no encarne atual, tudo vai depender de como viverás,isto porque a educação adquirida no teu meio de convivio influenciará no teu agir, já que carregas no teu corpo atual jovem uma carga genetica,bem como o teu espirito experiências de vidas passadas.Tens livre arbitrio para o bem e para o mal.
    Lembra-te que pelo autor se conhece a obra, de uma arvore frutifera sabia se espera um bom fruto.
    Tua esperiêcia como jovem já estava programada em tua reencarnação e foi o teu desejo escolhido para vivenciar. Quando herante no mundo dos espirito rogastes para temporáriamente adquirir no mundo da matéria experiência em forma de luz.
    Lembrate que somente agindo pelo amor, bondade e caridade obterás luz divina e experiencia num corpo jovem habitado por um espirito que não tem idade para o teu progresso.
    Agindo contra a lei natural do progresso prejudicando o teu selhante terás que prestar contas a tí mesmo.Isto ocorrerá somente quando consciêntes dos teus atos como espirito luz..
    Ama a teu proximo como a tí mesmo num corpo humanizado jovem ou aduto, com toda a certeza terás grande experiência a vivenciar como espirito encarnado.

    Luiz

Então, O que achou?