17 ago
2011

VIDA EM FAMÍLIA

Imagem Internet

Os filhos não são cópias xerox dos pais, que apenas produzem o corpo, graças aos mecanismos do atavismo biológico.
As heranças e parecenças físicas são decorrências dos gametas, no entanto, o caráter, a inteligência e o sentimento procedem do Espírito que se corporifica pela reencarnação, sem maior dependência dos vínculos genéticos com os progenitores.
Atados por compromissos anteriores, retornam, no lar, não somente aqueles seres a quem se ama, senão aqueloutros a quem se deve ou que estão com dívidas…
Cobradores empedernidos surgem na forma fisiológica, renteando com o devedor, utilizando-se do processo superior das Leis de Deus para o reajuste de contas, no qual, não poucas vezes, se complicam as situações, por indisposição dos consortes…
Adversários reaparecem como membros da família para receber amor, no entanto, na batalha das afinidades padecem campanhas de perseguição inconsciente, experimentando o pesado ônus da antipatia e da animosidade…
A família é, antes de tudo, um laboratório de experiências reparadoras, na qual a felicidade e a dor se alternam, programando a paz futura.


Irmãos que se amam, ou se detestam, pais que se digladiam no proscênio doméstico, genitores que destacam uns filhos em detrimento de outros, ou filhos que agridem ou amparam pais, são Espíritos em processo de evolução, retornando ao palco da vida física para a encenação da peça em que fracassaram, no passado.
A vida é incessante, e a família carnal são experiências transitórias em programação que objetiva a família universal.
*
Abençoa, desse modo, com a paciência e o perdão, o filho ingrato e calceta.
Compreende com ternura o genitor atormentado que te não corresponde às aspirações.
Desculpa o esposo irresponsável ou a companheira leviana, perseverando ao seu lado, mesmo que o ser a quem te vinculas queira ir-se adiante.
Não o retenhas com amarras de ódio ou de ressentimento. Irá além, sim, no entanto, prossegue tu, fiel, no posto, e amando…
*
Não te creias responsável direto na provação que te abate ante o filho limitado, física ou mentalmente.
Tu e ele sois comprometidos perante os códigos Divinos pelo pretérito espiritual.
O teu corpo lhe ofereceu os elementos com que se apresenta, porém, foi ele, o ser espiritual, quem modelou a roupagem na qual comparece para o compromisso libertador.
Ante o filhinho deficiente não te inculpes. Ama-o mais e completa-lhe as limitações com os teus recursos, preenchendo os vazios que ele experimenta.
Suas carências são abençoados mecanismos de crescimento eterno.
Faze por ele, hoje, o que descuidaste antes.
A vida em família é oportunidade sublime que não deve ser descuidada ou malbaratada.
*
Com muita propriedade e irretorquível sabedoria, afirmou Jesus, ao doutor da Lei:
“Ninguém entrará no reino dos céus, se não nascer de novo.”
E a Doutrina Espírita estabelece com segurança:
“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre — tal é a lei. Fora da Caridade não há salvação.”

(Divaldo P. Franco por Joanna de Ângelis. In: Otimismo)
(texto recebido de Cristiano de Almeida)

2 Comentários

  • De longa data sabemos que, muitas vezes, a nossa
    situação familiar não é aquela que gostariamos que
    fosse, mas sim aquela de que, no momento,precisamos.
    Ainda que enfrentando as mais dificeis situações,
    temos a certeza de que um Pai maravilhoso nos faz levantar a cabeça e seguir em frente:

  • REALMENTE NAO HÁ COMO NÃO ACREDITAR NA REENCARNAÇÃO.
    DEVEMOS APROVEITAR NO MÁXIMO ESTA VIDA , POIS A HORA É AGORA.
    CADA UM DÁ O QUE TEM.
    JESUS , NOSSO MESTRE , EM TUDO, SÓ NOS RECOMENDOU O AMOR , ENTÃO FAÇAMOS A NOSSA PARTE , AMANDO E RESPEITANDO TODOS QUE CONVIVEM CONOSCO .

    UM PENSAMENTO MARAVILHOSO – DO FILOSOFO ALEMÃO KANT :
    “DUAS COISAS ME ENCHEM A ALMA DE RESPEITO E EMOÇÃO :
    O CÉU ESTRELADO SOBRE MIM E A LEI MORAL DENTRO DE MIM.”

Então, O que achou?