19 nov
2010

Mensageiros da vida

De porta em porta, jovens e adultos levam um panfleto na mão com a importante missão de mostrar para a população o que a droga é capaz de provocar. Parece uma tarefa fácil, mas cerca de 20 pessoas garantem que não é.

Organizada pela Associação Joinvilense de Organizações Sociais (Ajos), o Projeto Prevenção em Rede, em parceria com a campanha Crack, Nem Pensar, do Grupo RBS, leva às ruas pessoas com a missão de orientar e de falar do perigo que a droga pode causar. Eles também convidam a comunidade para participar de palestras com foco na prevenção.

A palestra foi realizada na Sociedade Espírita Luz do Oriente (Selo). O evento é direcionado para pais com o objetivo de alertar qualquer mudança de comportamento dos filhos. “A informação faz a mãe e o pai ficarem atentos. Quando não se sabe, é difícil perceber o que está acontecendo”, diz a responsável pela comunicação institucional da Ajos, Rodriane Albert.

Para atingir o maior número de pessoas, integrantes da Ajos fazem uma panfletagem um dia antes da palestra. O grupo fez a primeira mobilização ontem, no Paranaguamirim. Parte deles integra entidades que tratam dependentes químicos. Abordado, Emílio Wuerz, 75 anos, se emocionou. “Tenho um caso na família. É triste, mas fico feliz que estejam fazendo este tipo de trabalho.”

Fonte: www.an.com.br

Então, O que achou?